Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#130 - Novembro: o mês da black friday

08 de Novembro de 2021

#130 - Novembro: o mês da black friday
Por Rodrigo Martimiano da Rocha, profissional com Certificação CFP®

O mês de novembro já se popularizou no Brasil por ser o mês da Black Friday, tradicional data do comércio nos Estados Unidos que vem ganhando força em nosso país a partir de 2010. A Black Friday no Brasil começou nas lojas virtuais, mas logo se espalhou para todo o comércio e é atualmente considerada a segunda maior data de compra no país, ficando apenas atrás das vendas do Natal.

Nos próximos dias, seremos bombardeados por publicidade e ofertas de toda e qualquer natureza. Realmente, existem grandes oportunidades de comprar produtos ou serviços por preços bastante atrativos. Vale a pena se atentar a algumas dicas para que as compras não se tornem uma grande dor de cabeça.

#1 FOCO NO ORÇAMENTO: não é porque algo está em promoção, que devemos comprar. Parece óbvio, mas é mais difícil do que parece visto que todo o layout utilizado pelos vendedores em lojas e anúncios é para nos levar à compra por impulso. A primeira coisa a se pensar é se realmente precisamos do produto que entrou em promoção e, principalmente, se mesmo estando com desconto, a compra cabe no nosso orçamento anual. Não devemos nos esquecer que dezembro e janeiro vêm normalmente carregados de gastos sazonais, como: matrícula, material escolar, IPVA, IPTU, entre outros.

#2 PESQUISE OS PREÇOS ANTES: algumas lojas sobem o preço normal dos produtos e, somente após esse ajuste oferecem desconto, fazendo com que o consumidor tenha uma falsa sensação de benefício. Independente do desconto ou do preço anunciado, pesquise em diferentes locais se realmente o preço do produto desejado está compensando nas condições apresentadas. A Internet pode ajudar muito nestas pesquisas.

#3 CUIDADO COM FALSAS LOJAS/SITES: vários criminosos aproveitam essa época de compras para criar lojas falsas na Internet, oferecendo produtos com preços extremamente atrativos, fazendo com que os clientes acreditem ser um bom negócio. Na verdade, o produto nunca é entregue, e o usuário ainda tem seus dados roubados e utilizados indevidamente para outros golpes. Compre apenas de lojas conhecidas e, mesmo assim, efetue checagem por todos os canais para garantir se realmente se trata de um vendedor idôneo e se o site visitado é realmente o da empresa que você quer acessar. Vale a dica de desconfiar de tudo.

#4 ORÇAMENTO É UMA QUESTÃO FAMILIAR: sempre converse com todas as pessoas impactadas por suas decisões financeiras sobre as compras. Isso é importante para entender se realmente a compra fará sentido para a família e atenderá a expectativa de todos. Por vezes, o desejo de compra de um bem pode gerar frustrações em outros membros da casa. 

Lembre-se que consumo consciente e bem-planejado ajuda a melhorar sua saúde financeira. Se quiser mais dicas, nos escreva para: contato@uniprimebr.com.br

COMPARTILHAR:

Este conteúdo foi útil para você?

VEJA TODOS OS ARTIGOS