Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#106 - Cartão de crédito: aliado ou vilão?

24 de Maio de 2021

#106 - Cartão de crédito: aliado ou vilão?
Por Rodrigo Martimiano da Rocha, profissional com Certificação CFP®.

Já há bastante tempo no mercado, o cartão de crédito é um dos principais meios de pagamento no Brasil: é prático para quem paga e seguro para quem recebe. Mas, ao mesmo tempo em que é um grande aliado na vida financeira, pode também se tornar o grande vilão do orçamento das pessoas.

Dentre os três principais benefícios que o cartão de crédito proporciona, estão: a possibilidade de realizar as compras do dia a dia e concentrá-las em uma única fatura (com o vencimento a nossa escolha); a possibilidade de parcelar valores, aumentando o nosso poder de compra; e a praticidade de não precisar sacar dinheiro em caixas eletrônicos, o que minimiza os riscos de assaltos. Temos também as vantagens que cada instituição pode oferecer, como: programa de pontos (que podem ser trocados por passagens aéreas e outros produtos), seguros, acesso a salas VIP em aeroportos, e muito mais!

Por outro lado, é comum ouvirmos histórias de pessoas que se perdem nos limites, estouram seus orçamentos e acabam se endividando. Mas, como evitar que isso aconteça?

A primeira questão é saber escolher o cartão adequado para sua realidade. Existem vários tipos, cada um com benefícios diferentes, mas é preciso entender os contrapontos desses benefícios, ou seja, junto com eles, geralmente vêm também um valor de anuidade mais alto e maiores exigências para conseguir isenções de custos. Nem sempre o cartão com mais benefícios será o mais adequado para você. Não escolha o cartão apenas pelo status que ele oferece, faça sempre a análise de custo x benefício, ou seja, qual cartão oferece maior número de benefícios uteis e que façam sentido dentro daquele valor que você utiliza mensalmente. 

Outro fator é a negociação e gestão do limite de crédito. Para isso, é preciso se atentar a dois detalhes: 

   1. o limite não deve ser superior à sua capacidade de pagamento; 
  2. as compras parceladas comprometem o limite do cartão no valor total da compra (e não no valor das parcelas). Por isso, se você realiza compras parceladas, precisará de um limite de crédito maior do que o valor que está disposto a pagar de fatura mensal.

Por fim, tente centralizar suas compras em um único cartão para facilitar o acompanhamento das despesas e o seu controle financeiro. Acompanhe todos os gastos realizados no cartão diariamente, seja por meio do aplicativo ou em sua planilha de controle financeiro. No início de cada ciclo de fatura, não esqueça de marcar o quanto já possui de parcelas referentes às compras realizadas em períodos anteriores, isso evitará aquela surpresa de uma conta muito alta.  

É comum ouvir pessoas dizendo que estão gastando muito no cartão, porém é preciso entender que o cartão é um meio e não um fim. Quando chegar a fatura, efetue uma análise detalhada de cada gasto realizado, tente separar cada compra em uma categoria (roupas, lazer, comida, transporte, etc) para compreender onde está sendo gasto efetivamente o dinheiro e onde é possível economizar - ou até verificar em qual área da sua vida precisa gastar um pouco mais. 

Fique atento ao nosso canal para mais dicas sobre planejamento financeiro.
COMPARTILHAR:

Este conteúdo foi útil para você?

VEJA TODOS OS ARTIGOS