Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#102 - IGPM: mais que a correção do aluguel

26 de Abril de 2021

#102 - IGPM: mais que a correção do aluguel
Por Rodrigo Martimiano da Rocha, profissional com Certificação CFP®. 

Um assunto recorrente - e que sempre assusta os brasileiros - é a respeito dos índices de preços vinculados à inflação. Já vivemos momentos na história do nosso país em que esse tema, o tal monstro da inflação, tomava conta de todos os noticiários. Após a implantação do Plano Real, no início dos anos 90, a hiperinflação foi finalmente controlada e hoje em dia vivemos, com raras exceções, com uma inflação anual abaixo dos 2 dígitos. 

De maneira geral, quando estamos falando sobre inflação, estamos falando do IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo) medido pelo IBGE, mas existe ainda um outro índice de preços que impacta muito o nosso dia a dia: o IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado).

O IGPM é calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, e se popularizou por ser conhecido como o índice do aluguel, pois a grande maioria dos contratos desta natureza utilizam este índice para correção dos valores anuais. Entretanto, se engana quem pensa que o custo da construção civil é o principal fator que pesa na composição deste índice. O IGPM é calculado como uma média ponderada de 3 outros índices calculados pela própria FGV, que são: o IPA (Índice de Preço ao Produtor Amplo), que mede basicamente as variações de preços no atacado, com peso de  60%; o IPC (Índice de Preço ao Consumidor), com peso de 30%; e o INCC (Índice Nacional da Construção Civil), que mede a variação de preço dos materiais de construção e mão-de-obra especializada, com peso de apenas 10%.  

Apesar de ser mais popular por ser utilizado no reajuste dos valores de aluguel, o IGPM é utilizado para a correção de muitos tipos de contratos de prestação de serviços, como por exemplo contratos de seguros e, também, pelas companhias de energia elétrica. 

Por se tratar de um índice de preço que está inserido de uma maneira direta no dia a dia do brasileiro, existem no mercado investimentos que utilizam o IGPM como forma de remuneração dos valores aplicados.

Quer saber mais? Fale com a gente através do e-mail: contato@uniprimebr.com.br

COMPARTILHAR:

Este conteúdo foi útil para você?

VEJA TODOS OS ARTIGOS