Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#99 - Oscilações de moedas estrangeiras

29 de Março de 2021

#99 - Oscilações de moedas estrangeiras
Por Juliana Olivieri Refundini, profissional com Certificação CFP®.

Entender o motivo que leva a moeda de um país subir ou cair pode fazer com que você se proteja dessas oscilações, evitando perdas em seu patrimônio, principalmente para quem aplica em Renda Variável. De uma forma ou de outra, essas variações da moeda podem interferir mais em seu dia a dia do que você pensa.

É claro que é um conjunto de fatores que determina a valorização ou desvalorização de uma moeda, porém, existem algumas evidências que podem ajudá-lo a antecipar-se. Por isso hoje vamos falar sobre essas evidenciais.

O primeiro ponto é relacionado à globalização e dinamismo do mundo em que vivemos hoje, onde uma simples notícia cruza o planeta em questão de minutos e pode causar impactos imediatos, tanto em âmbito social como econômico. Portanto, minha primeira dica é: informe-se! Esteja sempre antenado aos acontecimentos globais que podem afetar a nossa economia direta ou indiretamente.

O segundo ponto é a tal da oferta e demanda. Da mesma forma que o preço de um produto varia na prateleira de uma loja, movido pela lei da procura e oferta, o mesmo acontece com as moedas dos países. No Brasil, a moeda estrangeira mais negociada é o Dólar, e sua variação ocorre durante o dia todo, muito embasado pela oferta e procura, já que na própria Bolsa de Valores, existem investidores comprando e vendendo dólar o tempo todo.

A oferta e demanda, pode ser causada por diversos motivos, aqui vão alguns:

1) Se o Brasil exportar mais do que importar, mais Dólar estará entrando no país de forma que esse aumento de circulação da moeda, faça com que o preço caia. Porém, o inverso também é verdadeiro, se o Brasil importa mais do que exporta, maior a necessidade de compra de Dólar para pagar a importação, diminuindo sua circulação e elevando seu preço.

2) O turismo é também motivo desse aumento ou diminuição do Dólar. Imagine que o turismo aqui no Brasil se aqueça, seja por motivo de festividade, como carnaval, ou pelo motivo da moeda brasileira estar desvalorizada frente ao Dólar, o que atrai turistas de fora. Porém, haverá com a chegada deles um aumento na circulação do Dólar no país, ou que derruba a cotação do colar. Na mesma proporção, se o brasileiro viaja mais para fora, compra mais Dólar, aumentando sua demanda e ocasionando uma elevação dos preços.

Vários outros motivos causam grande sensibilidade nestes mecanismos, como o aumento da taxa básica de juros ou diminuição, isto atrai mais investidores ou faz com que eles deixem de investir no país. E como eu disse lá no início, em um mundo globalizado, os problemas de outros países também afetam nossos mercados, trazendo consigo oscilações de moeda estrangeira e outros efeitos.

Gostaria de saber sobre outro assunto da área financeira? Fale com a gente através do e-mail: contato@uniprimebr.com.br

(Texto republicado. Publicação original em 23 de dezembro de 2020)
COMPARTILHAR:

Este conteúdo foi útil para você?

VEJA TODOS OS ARTIGOS