Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#40 – Os impostos do começo do ano, como planejar?

13 de Janeiro de 2020

#40 – Os impostos do começo do ano, como planejar?
Por Juliana Olivieri Refundini, profissional com Certificação CFP®.

Com a chegada do novo ano, chegam também os pagamentos dos impostos – IPVA e IPTU. Sabemos que isso não anima ninguém, pelo contrário, alguns estudos disponíveis na internet apontam que os brasileiros trabalham em média 153 dias para pagar seus impostos. Por outro lado, podemos planejar para que os impostos de janeiro não atrapalhem para a realização dos nossos sonhos durante o ano.

A principal pergunta é se você se preparou para estes pagamentos de janeiro de 2020 no ano que passou? Se a resposta for sim, parabéns pela disciplina e planejamento! Caso sua resposta for não, fique tranquilo. Existem algumas formas para que possa pagar esses impostos. 

Vamos analisar juntos as opções. Sendo elas, pagamento à vista, parcelado ou financiado. Com o pagamento à vista você tem o desconto para liquidar, se este valor for possível para o seu orçamento está é melhor opção. Quando não se tem o valor total, a segunda opção é o pagamento parcelado. O IPVA parcela em 3 vezes, analise se o valor das parcelas será adequado ao seu fluxo de pagamentos e aproveite, vale lembrar que a quantidade de parcelas pode variar conforme o seu estado. 

A terceira opção é financiamento, mas quando se deve financiar? Para aproveitar essa opção precisamos primeiro fazer um estudo, a importante questão a ser analisada é sobre o desconto do pagando à vista. Quando se financia em um instituição financeira o valor considerado para o cálculo será o valor à vista. Se os juros forem atrativos, mesmo sendo necessário pagá-los, o desconto pode ser maior. Dessa forma você liquida à vista, recebe o benefício do desconto e paga em parcelas para o banco. Pondere se a quantidade de parcelas disponibilizadas pelos órgãos competentes será adequada para que não pese em seu orçamento, em outras palavras, se o valor da parcela vai caber no seu orçamento. Neste caso, a opção de financiamento se torna também interessante.

Lembre-se, o que vale a pena sempre é o bom senso e análise de sua situação particular.  Não existe uma regra inflexível em planejamento, o que temos que ter em mente é que analisar e fazer contas sempre é necessário. 

Gostaria de saber sobre outro assunto da área financeira? Fale com a gente através do e-mail: faleconosco@uniprimebr.com.br
COMPARTILHAR:

Educação Financeira