Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#17 - Você conhece os efeitos negativos do tempo sobre seu dinheiro?

05 de Agosto de 2019

#17 - Você conhece os efeitos negativos do tempo sobre seu dinheiro?
Por Juliana Olivieri Refundini, profissional com Certificação CFP®.

No artigo da semana passada, falamos como o tempo influencia em seus investimentos. O exemplo que foi dado é de como usar o tempo a seu favor para que o dinheiro trabalhe por você.

Esta semana falaremos do efeito negativo que o tempo pode ter sobre o seu dinheiro quando mal administrado e sobre as armadilhas que você deve se atentar ao optar por investimentos com baixa rentabilidade ou quando opta por não investir o seu dinheiro.

Para isso, primeiro precisamos entender a influência do tempo em nossos custos cotidianos. Podemos ver, por exemplo, nos supermercados - sim, é isso mesmo, nos supermercados! Sabe quando comparamos o quanto pagávamos no quilo da carne no ano passado e o quanto pagamos atualmente? Esse é um efeito negativo do tempo atingindo seu dinheiro, é o que chamamos de inflação.

A inflação é um termo econômico utilizado para medir os aumentos dos preços em todo mercado em determinado período. Um dos índices relacionados à inflação é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), este índice é medido mensalmente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), baseado no custo de vida de famílias que tem renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, em 9 regiões metropolitanas. A cesta de produtos pesquisados é ampla, como moradia, alimentação, saúde, higiene pessoal, educação, transporte, vestuário, entre outros.

Agora que você entendeu o que é o IPCA, deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com os meus investimentos? Pois bem, o IPCA além de ser utilizado para remunerar alguns investimentos é um índice muito importante para o andamento do mercado financeiro, pois serve como base para reajustes de preços em diversos setores. Sendo assim, para que a rentabilidade de um produto de investimento seja considerada justa, é fundamental que ela esteja acima do IPCA. Afinal, o seu verdadeiro ganho será a margem entre o IPCA e a rentabilidade do produto. Ou seja, se o IPCA está em 3,3% e a rentabilidade do produto for de 6%, a rentabilidade real será de 2,7%. Isso é o que chamamos de juros real.

Contudo, se a rentabilidade de seu investimento for menor que o IPCA, você na verdade perdeu dinheiro. O mesmo acontece quando você deixa o seu dinheiro parado e não investe. Afinal, ele não será reajustado nem ao menos pelo IPCA, que seria a correção mínima para acompanhar a inflação.

Então, pense bem quando pensar em não investir o seu dinheiro! Lembre-se que a cada dia que passa seu dinheiro sofre a influência da inflação. Trabalhe com o tempo a seu favor, investindo e ficando atento ao rendimento de seus investimentos.

Gostaria de saber sobre outro assunto da área financeira? Fale com a gente através do e-mail: faleconosco@uniprimebr.com.br

COMPARTILHAR:

Este conteúdo foi útil para você?

VEJA TODOS OS ARTIGOS

INFORMAÇÃO E CONTEÚDO!

Quer receber nossos conteúdos diretamente no seu e-mail? Cadastre-se!