Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#41 - Minha renda mensal é variável, como me planejar?

20 de Janeiro de 2020

#41 - Minha renda mensal é variável, como me planejar?
Por Juliana Olivieri Refundini, profissional com Certificação CFP®.

Muito já falamos sobre as planilhas e os benefícios que ela traz para você organizar suas finanças, porém, sempre partimos do pressuposto da realidade de pessoas que possuem renda fixa. Mas e quando você é um profissional autônomo e não tem renda fixa mensal? Como se organizar?

Bom, o primeiro ponto do planejamento é você separar o que são suas despesas pessoais e as despesas que são provenientes de sua atividade como microempresário ou empreendedor individual. Neste ponto, você vai notar que manter os controles separados vai lhe dar maior noção do rendimento líquido da sua atividade. Como também, conseguirá ter uma ideia do valor médio das suas próprias despesas, como água, luz, saúde, alimentação, entre outras.

Note que fazendo esta divisão e entendendo suas despesas, você poderá fazer um orçamento mensal de quanto você vai precisar faturar para suprir as despesas do seu negócio e as pessoais. 

Outro ponto importante para autônomos, é saber se sua atividade tem alguma sazonalidade, ou seja, meses em que se fatura mais e outros menos. É importante montar um fundo de reserva para suprir suas despesas durante o período que sua receita cai, deste modo você se resguarda para manter seu padrão de vida. Outra opção é aproveitar essa sazonalidade para incrementar os meses de pouco movimento com outra atividade que te ajude a complementar a renda necessária mensal.

Lembre-se que a finalidade do fundo de reserva é justamente essa, ser utilizado quando necessário. Não esqueça que ele deve ser reposto assim que possível para que você não fique sem proteção. Utilizar a regra do 50-20-30 pode lhe ajudar muito, onde você divide sua renda em 3 partes: 50% são para as despesas fixas, 20% destinados a investimento e/ou pagamento de dívidas financeiras e 30% reservados para seus gastos variáveis, tais como passeios, diversão, compras... sim, porque ninguém é de ferro! O que não pode é fugir do planejado, pois o descontrole pode ser muito prejudicial a sua saúde financeira.

Faça seus investimentos para reservas, mas de curto prazo e com liquidez, pois você não sabe quando pode precisar do dinheiro. Opte por um produto de Renda Fixa, tal como RDC ou CDB, algo que tenha também uma rentabilidade mais previsível.

Outra dica que já dei aqui em nossos artigos é a contratação de um seguro profissional (SERIT). Clique aqui e relembre o conteúdo. 

Como você pode ver, não é porque você não tem uma renda fixa mensal que você vai deixar de se planejar. Conte com a gente!

Gostaria de saber sobre outro assunto da área financeira? Fale com a gente através do e-mail: faleconosco@uniprimebr.com.br

COMPARTILHAR:

Educação Financeira