Uniprime - Cooperativa de Crédito do Norte do Párana

#49 - Como minimizar riscos ao investir em Fundos de Investimentos

06 de Abril de 2020

#49 - Como minimizar riscos ao investir em Fundos de Investimentos
Por Juliana Olivieri Refundini, profissional com Certificação CFP®.

Como falamos na semana passada, as medidas para minimizar os riscos em seus investimentos vão além da classificação de risco que a instituição que você escolheu para colocar seu dinheiro tem!

Claro que saber onde você coloca seu dinheiro é muito importante, mas em alguns tipos de investimento, nem sempre a instituição que comercializa o investimento, é a mesma que administra. Calma, ficou confuso? Vamos explicar! Este tipo de situação não envolve todo tipo de investimento, mas podemos citar como exemplo os Fundos de Investimento.

De forma resumida, os Fundos de Investimento são uma modalidade de investimento coletivo. É uma comunhão de recursos sob forma de um condomínio, onde os cotistas têm o mesmo interesse e objetivos ao investir. Então, quando você compra uma parte do fundo, você na verdade está comprando uma cota e se tornando cotista desse fundo. Assim como nos condomínios existem as pessoas que administram, em fundos também é mais ou menos assim.

Quando você vai aplicar em um fundo de investimento, é importante saber quem são as empresas envolvidas na administração e gestão do fundo. Abaixo vamos ajudá-lo a entender qual o papel dos três principais agentes envolvidos no funcionamento de um fundo. São eles:

  1. Distribuidor: é quem tem efetivamente o relacionamento com o investidor, quem faz a oferta e comercializa, sendo também responsável por aplicar o questionário que vai definir o perfil do investidor, podendo assim oferecer fundos condizentes com seu perfil. Também é responsável pelas informações cadastrais do cotista, tendo checado sua veracidade, mantendo atualizadas e prevenindo contra lavagem de dinheiro. Os bancos, as cooperativas de crédito e corretoras são exemplos de distribuidores;

  1. Administrador:  é a instituição responsável pelo funcionamento adequado do fundo. É quem contrata os prestadores de serviço (Gestor, Auditor, entre outros) e presta conta aos cotistas, divulgando informações, calculando diariamente o valor atual da cota e sendo responsável pela constituição do fundo, que deve ser regulado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários);

  1. Gestor: pode ser pessoa física ou jurídica tendo também que ser registrado na CVM. O Gestor é contratado pelo Administrador, para efetivamente gerir os investimentos do fundo, sendo ele quem determina a compra ou venda de ativos, sendo balizado de acordo com os objetivos e política de investimento estabelecida no regulamento do fundo.

Com o objetivo de minimizar riscos ao aplicar seu dinheiro em fundos de investimento, é preciso atentar-se não só à credibilidade da instituição financeira que distribui/comercializa esse fundo, como também de quem administra e quem realiza a gestão do fundo. Fique atento!

Gostaria de saber sobre outro assunto da área financeira? Fale com a gente através do e-mail: faleconosco@uniprimebr.com.br
COMPARTILHAR:

Educação Financeira