EDIÇÃO Nº 21 - MARÇO/2020

“Quero empreender em 2020”

Como se planejar financeiramente quando sua renda mensal é variável

“Quero empreender em 2020”
Já imaginou ter autonomia para criar seu próprio estilo de trabalho, lançar produtos e serviços e gerenciar seu tempo? No Brasil, 39% da população economicamente ativa é dona do seu próprio negócio (Pesquisa McKinsey & Brazil at Silicon Valley 2019) e mais da metade dos trabalhadores já pensaram em abrir uma empresa. Embora a iniciativa possua inúmeros pontos positivos, é preciso estar atento especialmente aos riscos financeiros inerentes a este modelo de negócio.

Para Juliana Olivieri Refundini, colaboradora Uniprime e profissional com Certificação CFP®, o primeiro ponto é separar bem suas despesas pessoais com as despesas provenientes das atividades corporativas. “Você vai notar que manter os controles separados proporcionará  maior entendimento quanto ao rendimento líquido da sua atividade, como também, conseguirá ter uma ideia do valor médio das suas próprias despesas, como água, luz, saúde, alimentação, entre outras”, detalha ela. 

Juliana ainda destaca a importância de criar um fundo de reserva para suprir as necessidades daquele mês em que o faturamento for menor, lembrando que é preciso repô-lo para que o empresário não fique sem proteção. 

“Utilizar a regra do 50-20-30 pode lhe ajudar muito, onde você divide sua renda em 3 partes: 50% são para as despesas fixas, 20% destinados a investimentos e/ou pagamento de dívidas financeiras e 30% reservados para seus gastos variáveis, como passeios, diversão ou compras. Sim, porque ninguém é de ferro! O que não pode é fugir do planejado, pois o descontrole pode ser prejudicial à saúde financeira”, conclui a profissional.

Para mais informações, acesse nosso site e confira todos os artigos na aba Educação Financeira.

Outros Artigos

Jornalista Responsável: Loraine Santos